História da ABMM

Estimulados pela criação de outras entidades acadêmicas, como a Academia Nacional de Farmácia em 1937; no seio do Hospital Central do Exército, militares, médicos, dentistas e farmacêuticos, que compunham os Serviços de Saúde da Marinha, do Exército, da Aeronáutica consideraram imprescindível a concretização de uma sociedade que agregasse a intelectualidade militar da área de saúde. 


Assim, em 08 de dezembro de 1941 o sonho tornou-se realidade com a fundação da Academia Brasileira de Medicina Militar. O Dr. Florêncio Carlos de Abreu Pereira foi eleito seu primeiro presidente, tendo assumido a presidência em 08 de dezembro de 1941 quando, ainda Coronel e Diretor do Hospital Central do Exército. Academia Brasileira de Medicina Militar, com sede e foro na cidade do Rio de Janeiro é uma entidade civil, cultural e sem fins lucrativos,


É uma instituição permanente constituída por lídimas figuras da medicina, farmácia e odontologia dos Serviços de Saúde das Forças Armadas e de exponenciais personalidades civis da área de saúde, que vem ao longo desses setenta e cinco anos cumprindo o objetivo de mobilizar o pensamento científico em prol das necessidades do País, perseguindo sempre os ideais que motivaram a sua criação.
 

Patronos da Saúde Militar