MAJOR BRIGADEIRO MÉDICO
ÂNGELO GODINHO DOS SANTOS

O Major Brigadeiro médico Ângelo Godinho dos Santos foi consagrado, por Dec. 63.152 de 29 agosto de 1968, patrono do Serviço de Saúde da Aeronáutica “por sua atuação decisiva e relevante no progressivo desenvolvimento do Serviço de Saúde da Aeronáutica, do qual foi”,na evolução alcançada, o seu primeiro Chefe e Diretor” e mais, por “seu abnegado empenho e devotamento para concretizar pioneiramente a sua estrutura adequada, quando previu, planejou e regulamentou o respectivo funcionamento, inclusive criando, adaptando e aperfeiçoando a quase totalidade dos órgãos especializados, necessários ao Serviço de Saúde da Aeronáutica”.


Em 1937, como major médico do Exército, Godinho dos Santos dinamizou o Departamento Médico da Aviação Militar. Aí, aos poucos, liderou o desenvolvimento da nova especialidade – a Medicina de Aviação. Formou especialistas que realizavam exames especializados de Fisiologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Radiologia e Psicologia, em gabinetes dotados do que havia de mais moderno. Realizou, pioneiramente, exames psicotécnicos em massa.  Profissional de Saúde de sólida cultura”, em Medicina Geral e Medicina de Aviação da qual foi um dos mais destacados pioneiros entre nós. Sob sua sábia direção, criado o Ministério da Aeronáutica com aquela estrutura já eficaz de Aviação Militar, ele formou o núcleo do atual Serviço de Saúde da Aeronáutica. Durante a 2ª Guerra Mundial conseguiu vitória na luta para criar-se o Hospital Central da Aeronáutica, com a desapropriação do Hospital Alemão.


Desenvolveu as atividades para - médicas de Farmácia, Odontologia e Enfermagem na Aeronáutica. Instituiu a enfermagem feminina padrão universitário e pretendia instituir enfermeiras militares. Com idealismo e material esparso e partindo de uma simples Divisão ou DP-5, da então Diretoria de Pessoal, estruturou um Serviço de Saúde, em sistema, dinâmico e harmônico, que recobria todo o território Nacional, cujo órgão central – a Diretoria de Saúde liderada por ele, Godinho dos Santos, mantinha em funcionamento a vasta estrutura onde não havia solução de continuidade que pudesse por em jogo a missão do Serviço de Saúde da Aeronáutica. O Brigadeiro Godinho dos Santos que foi o primeiro Brigadeiro médico da Aeronáutica nasceu na Bahia em 11 mar 1888. Faleceu em 6 abr 1949 na função de Diretor do Serviço de Saúde da Aeronáutica.
 

 

O Patrono do Serviço de
Saúde da Aeronáutica